domingo, 4 de fevereiro de 2018

Segredos de liquidificador

               Mais uma vez carnaval.  "É festa na avenida...feliz estou de bem com a vida...lá vou eu". Da vontade de sair dançando pelas ruas, cantar, sorrir, dançar, mas a minha vontade de encontrar uma forma de mudar "algo" é maior. Então fico estudando, pesquisando até altas horas, cá pensando em segredos de liquidificador. Tem coisas na vida que não fazem parte da nossa história somente, por isso nem dá para ficar escrevendo, pois se queremos respeito devemos respeitar. As vezes penso que minha vida é um livro aberto, mas tem páginas que vou jogando no liquidificador e transformando em papel reciclado, onde acredito que posso até mudar o rumo da história escrevendo com outras palavras. Vejo tanta agressividade em comentários nas redes sociais que tenho me cuidado para não entrar nesta onda, pois eu quero um mundo de paz. Não somos sozinhos na caminhada, não estamos sozinhos nunca. Tudo nos envolve e a outros e outros. Embora me sentindo muitas vezes"nada" neste mundo me preocupo imensamente com a situação de nosso País. Eu não trocaria o Brasil por nenhum outro País do mundo, nem gosto quando escuto pessoas exaltando outros países e diminuindo cada vez mais o Nosso País citando como exemplo políticos sem nenhuma ética. O Brasil não se resume a um grupo de pessoas. Moramos num dos melhores lugares do mundo e que o mundo inteiro está de olho. Muitas coisas não são publicadas em jornais e revistas, nem anunciadas na televisão, portanto não dá para sair compartilhando tudo para que todos saibam, porque o que mais importa nem tem como compartilhar, o que chamo "segredos de liquidificador".

Nenhum comentário:

Postar um comentário