domingo, 10 de julho de 2011

Eu e as coisas

Estava a pouco tempo pensando nas pessoas que são minhas amigas e que não estão comigo agora. Não podemos estar sempre lado a lado. Então nos envolvemos com "coisas". Olho as coisas. Um livro, um vasinho, uma flor, uma caixinha, um objeto em forma de coração, uma agenda que ganhei de presente e estas coisas me envolvem. Alguma coisa eu destruo, não presta mais, outras não quero mais ver e jogo no lixo, outras coisas quero deixar bem a vista para poder ver sempre. As coisas ficam onde eu deixo, mas nem sempre. Sinto falta das coisas quando somem. Ainda bem que podemos ter coisas. Pessoas nunca vamos ter. Sinto falta das pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário